Um dos fatores mais decisivos para o sucesso de uma empresa está relacionado à precificação de seus produtos e serviços. Isso porque o valor final do produto deve estar de acordo com as expectativas do cliente, ser justo e capaz de gerar lucro.

Com isso, você já deve ter percebido que dar preço a um produto ou serviço não é uma tarefa feita por impulso; envolve diversos fatores que o gestor deve conhecer bem para não enfrentar problemas posteriores.

Pensando nisso, preparamos esse conteúdo que irá lhe ajudar a compreender melhor o processo de formação de preços e quais os elementos devem influenciar no valor final do produto ou serviço. Acompanhe!

O que devo observar ao estipular um preço para meu produto ou serviço?

Alguns aspectos devem ser cuidadosamente observados ao realizar o processo de precificação em sua empresa. O empresário deve ficar atento, pois o valor de seu produto e as estratégias de marketing são os grandes responsáveis pela atratividade de seu negócio.

Dessa forma, existem dois critérios para se fixar um preço: o primeiro leva em consideração os custos gerais e o segundo se baseia nos valores ofertados pelos concorrentes para o mesmo produto. O ideal é que sejam combinados os dois critérios para que não restem dúvidas quanto à viabilidade do valor obtido.

Em um primeiro momento, analise os gastos que você teve para que o produto ou serviço fosse ofertado ao cliente, sendo dividido em quatro blocos:

  1. Custo do produto: valor da compra do produto ou da matéria-prima e insumos;
  2. Despesas volúveis: taxas, impostos, embalagem e outros gastos que podem variar;
  3. Despesas fixas: funcionários e gastos com a administração da empresa;
  4. Lucro esperado: qual valor você pretende lucrar com o produto.

Após chegar a esse valor com a soma das quatro etapas anteriores, finalmente pesquise e faça a comparação com os preços ofertados na concorrência.

Com isso, você poderá se deparar com três situações distintas: valor acima do mercado (procure cortar gastos com a produção); valor condizente com os praticados; e valor abaixo do mercado (você poderá elevar o preço e aumentar seu lucro).

Além disso, é importante avaliar quanto o consumidor está disposto a pagar por esse produto. Para isso, faça pesquisas de mercado e fique atento ao cenário econômico e ao perfil do seu público-alvo.

Qual a importância de uma precificação correta?

Você já percebeu que estipular preço para um produto/serviço não é uma tarefa tão simples, não é mesmo? Exige cuidado e muita atenção do responsável por essa tarefa. Quando tais fatores são observados, a empresa usufrui de inúmeros benefícios.

A precificação é uma tarefa que visa alcançar lucros. Sendo assim, é fundamental para que a empresa sobreviva no mercado. Ter um produto com um preço condizente e competitivo te ajudará a aumentar as vendas e fidelizar clientes.

Por outro lado, se essas premissas não forem seguidas, você poderá sofrer um grande risco de não conseguir arcar com os custos de sua empresa, afetando a sua margem de lucro e sendo necessário, em alguns casos, retirar verbas de setores importantes para o sucesso da empresa para se manter no mercado.

Percebeu como é importante para a empresa saber fazer uma precificação correta de seus produtos e serviços? Estar atento a esse fator é decisivo para o sucesso e crescimento das vendas. Apresentar preços competitivos e lucrativos fará com que sua empresa cresça e se destaque no mercado.

Ainda possui alguma dúvida sobre o procedimento? Deixe-nos um comentário!