Temos notado que muitos lojistas não incluem a comunicação visual como um dos elementos do seu planejamento anual, realizando apenas intervenções esporádicas — ao sabor do momento e das oscilações do mercado — sem se comprometer com uma estratégia de longo prazo.

E sabemos que a chave para uma estratégia bem-sucedida é a realização de um plano para guiar as ações que serão desenvolvidas ao longo do ano.

O plano de marketing não precisa, de fato, ser complexo, mas exige a convergência de vários elementos para ser eficaz:

  • definição do cliente ideal;
  • posicionamento da marca para ocupar um espaço no mercado em relação a concorrência;
  • estratégias e táticas que atendam às metas da empresa; e
  • métricas para acompanhar o progresso em direção a esses objetivos.

Então, se o plano de marketing do seu ponto de venda (PDV), não está contemplando a comunicação visual, você pode estar deixando dinheiro na mesa.

Por isso, neste post veremos quais são as principais utilidades da comunicação visual para sua loja e por que ela não pode, de modo algum, ser deixada de lado. Continue lendo!

1. Garantir que a mensagem chegue (bem) aos clientes

Se o seu plano de marketing não levar a sério a comunicação visual, você correrá o risco de não conseguir se comunicar adequadamente com seus clientes, principalmente dentro do ponto de venda.

Afinal, atrair o seu cliente até a loja e não converter a venda não pode ser considerada uma estratégia de marketing consistente, não é mesmo?

Com o atual cenário marcado pela jornada de compra baseada em micro momentos, os clientes estão mais abertos a consumir conteúdos de pequenas proporções e procuram informações rápidas e facilmente compreensíveis que fundamentem suas decisões de compra.

Nesse sentido, a comunicação visual é altamente eficaz em fornecer conteúdos para ajudar a decisão de compra do consumidor dentro do PDV. O uso de elementos visuais como complemento à linguagem escrita, facilita o entendimento e torna a mensagem mais atraente a seus clientes.

Pense em como as pessoas se comportam: é mais provável que leiam 10 páginas de informações escritas ou que sigam imagens e símbolos para entrar em contato com o produto ou serviço que você deseja divulgar?

Sem dúvida, utilizando a comunicação visual, você ajuda seus clientes a reunirem o máximo de dados no menor tempo possível.

2. Utilizar comunicação visual

Comunicação visual eficiente é mais do que apenas uma imagem acompanhada de uma legenda atrativa.

Embora cada elemento deva cumprir sua função dentro de uma estratégia de marketing, nem sempre é possível comunicar todo o conteúdo, onde e quando você quiser.

Grosso modo, a comunicação visual pode ser uma ferramenta poderosa para auxiliar que a sua mensagem seja entregue ao consumidor e muitas das vezes é usada como uma chamada para a ação, despertando o interesse e motivando compras por impulso.

Podemos também destacar a importância de informar para os clientes sobre os produtos e serviços oferecidos no ponto de venda, com a intenção que o próprio cliente avance na sua jornada de compra.

Ou seja, ao não contemplar comunicação visual em seu plano de marketing, você deixará de cumprir algumas tarefas essenciais para tornar sua loja um modelo de vendas, tais como:

  • ilustrar produtos e serviços;
  • destacar recursos e benefícios;
  • promover ofertas;
  • desencadear jornadas de compra.

3. Evitar acertar o alvo errado

Um plano de marketing, por si só, é limitado com relação aos resultados que pode obter como retorno. Não importa muito ter capital infinito e poder colocar sua marca em todas as mídias existentes — se a imagem transmitida não for clara e representar aquilo que seu negócio é em sua essência, terá jogado dinheiro fora.

Para acertar o seu público-alvo em cheio, é necessário entender o que eles valorizam e desenvolver peças de comunicação visual que os conquiste. E isso não é algo que pode ser feito da noite para o dia, pois exige pesquisa, testes, fracassos e, finalmente, o tão almejado sucesso.

Nesse aspecto, além do desenvolvimento da parte gráfica, em si, da identidade visual, ainda é muito importante que as peças sejam impressas em materiais de qualidade, que transmitam confiança e credibilidade na mensagem que se deseja passar adiante.

4. Fortalecer a identidade visual da marca

Nos dias atuais, a reputação de uma empresa não depende unicamente dos produtos e serviços que oferece — sua imagem também é considerada uma medida de seu sucesso.

Nesse sentido, tendo em vista o fortalecimento de sua marca, contemplar a comunicação visual em seu plano de marketing contribui para o cumprimento de 3 funções essenciais:

  • simplicidade e clareza, para assegurar que sua marca seja prontamente reconhecível;
  • conferir personalidade;
  • destacar-se dos concorrentes.

E, entre os principais benefícios de desenvolver a identidade visual, estão:

  • conscientização: à medida que sua identidade se torna mais desenvolvida — e, portanto, reconhecível —, a consciência do seu negócio crescerá;
  • posicionamento: símbolos, valores, cultura, cores. Todos esses elementos fazem parte da identidade visual que você está construindo para sua marca;
  • criação de vínculo: do ponto de vista do cliente, uma identidade forte gera sentimentos de pertencimento e confiabilidade;
  • permanência: controlar sua identidade permitirá que você responda rapidamente às mudanças, avalizando a continuidade da marca;

Enfim, em um ambiente cada vez mais competitivo, é de fundamental importância que sua empresa esteja continuamente buscando novas maneiras de se destacar da concorrência.

E utilizar todas as ferramentas a seu favor, é a melhor maneira de garantir o crescimento da sua empresa.

E aí, gostou do post? Sua empresa já contempla a comunicação visual no plano de marketing? Deixe-nos um comentário e compartilhe sua experiência!