O carnaval, símbolo da cultura brasileira, é reconhecido pelo mundo todo, como uma das maiores festas populares de rua do planeta.

Apreciado por turistas de todos os continentes, inclusive por grandes artistas e autoridades, todos querem conhecer essa nossa festa, que é feita há mais de dois séculos.

Mas, onde tudo isso começou? Como ganhou a proporção dos dias de hoje? Continue lendo e descubra aqui em nosso post um pouco mais sobre o carnaval do Rio de Janeiro.

A história do carnaval do Rio de Janeiro

É difícil determinar o início de todas as coisas, mas, segundo o historiador Alberto Ribeiro Lamego, em seu livro “O Homem e a Guanabara”, se crê que as origens do Carnaval começaram nas comemorações da Páscoa em 1641. Nessa época também se comemorava a Restauração de Portugal, com uma passeata, onde os populares se vestiam a caráter.

Somente em 1840, foi que a alta sociedade carioca começou então a realizar alguns bailes de carnaval no Rio de Janeiro. Inspirada nas festas que costumavam acontecer na Europa, estes encontros eram sempre regados a bebidas, comida e também ritmos europeus. Enquanto isso, pelas ruas, milhares de pessoas brincavam o entrudo (uma festa portuguesa, onde foliões fantasiados, além de dançar, jogavam farinha, limões-de-cheiro ou água em outras pessoas).

As primeiras escolas de samba

A primeira escola de samba carioca, a “Deixa Falar”, foi fundada somente em 1928, no bairro Estácio. Anos mais tarde, deu início às competições entre elas, sendo disputadas na Praça Onze. Em 1935, as escolas de samba passaram a ser reconhecidas oficialmente e entraram na programação oficial da cidade, e passaram a desfilar na Avenida Rio Branco.

Em 1962, a cidade construiu arquibancadas pelo caminho das escolas e começou a vender ingressos no circuito. Somente vinte e dois anos depois, é que o sambódromo carioca enfim foi inaugurado. O espaço foi projetado por Oscar Niemeyer e possui 85.000 m². A disputa dos grupos especiais e também dos de acesso acontece no mesmo local desde então.

O maior carnaval do mundo

Com o passar do tempo, as formas carnavalescas foram se transformando ou sendo extintas, acompanhando também as mudanças de vida da população. A própria cidade do Rio de Janeiro passou por diversas delas. Muitas das festas que costumavam acontecer na Rua do Ouvidor passaram para a Avenida Rio Branco.

No entanto, apesar de várias das formas originais terem se perdido e outras tantas tomando novas formas, o carnaval do Rio de Janeiro é considerado a maior de todas as festas populares cariocas e muito possivelmente a maior do mundo.

A festa mantém a valorização da música e dos ritmos alegres, a dança e coreografias populares. Junto a isso, os grandes escritores e poetas brasileiros têm escrito sobre essa festa que encanta tanto o Rio, o Brasil e o Mundo.

Sabemos que o trabalho da publicidade é que têm levado nossa história, nossa cultura e nossa alegria aos quatro cantos do mundo, mostrando as outras nações, que nossa festa é muito mais que um simples feriado prolongado, regado a muita farra. Aqui temos muita história e simbolismo, que embasam toda essa tradição centenária.

Esperamos que tenham gostado de post de hoje sobre o carnaval do Rio de Janeiro. E não deixe de aproveitar o carnaval para aumentar as vendas da sua loja.

Deixe o seu comentário e nos conte o que esta festa popular representa para você.

Blog-Instagram