Entenda o diferencial do corte com router para a comunicação visual

//Entenda o diferencial do corte com router para a comunicação visual

Entenda o diferencial do corte com router para a comunicação visual

O corte com router é um processo de recorte computadorizado — uma forma de fazer o acabamento de corte em chapas rígidas. Este método é feito por meio de um equipamento de corte CNC (Comando Número Computadorizado), com o qual se torna possível transformar um desenho vetorizado em peças. Estes artigos podem ser exclusivos, o que trará um diferencial para a sua proposta, agregando valor aos produtos e soluções de marketing.

O serviço é indicado em casos em que o corte deva ser bastante preciso, sendo útil para vários setores: indústria, prototipagem, arquitetura, artesanato e empresas de comunicação visual. Que tal entender o diferencial do corte com router para a comunicação visual? Leia o post e fique por dentro!

Como funciona o corte com router?

Um router tradicional CNC move-se em três direções. Essas três orientações referem-se aos ângulos X, Y e Z do router. O eixo X é o mais longo e executado de frente para trás. O Y é executado da esquerda para a direita. E o eixo Z corre para cima e para baixo. Através do desenho, o computador passa o comando de corte para que a máquina execute os talhos.

Os arquivos dos desenhos precisam ser enviados em vetores, e por meio de um software, o computador converte os comandos para um sinal digital, daí são elaborados os trajetos para a máquina.

Quais as diferenças entre corte router e corte laser?

Muitas vezes o corte com router e o corte laser são confundidos, mas algumas diferenças precisam ser entendidas. Sim, são processos similares, porém, o que é notadamente diverso é o sistema utilizado para cortar o material: o router utiliza uma fresa com espessura de alguns milímetros; já o corte laser é feito por meio de um feixe de luz que tem a espessura de um fio de cabelo.

Apesar de ser rápido e preciso, o corte laser não permite grandes espessuras, uma vantagem para o corte router, que possui a capacidade de cortar materiais de 50, 70 e até 150 mm de altura. Além disto, alguns materiais como o PVC Expandido o PS (Poliestireno) não podem ser talhados no corte laser, por soltarem uma fumaça tóxica durante o processo.

Vale dizer ainda que o laser queima a borda de materiais como MDF e madeiras, mas com o router isso não acontece.

Quais as vantagens do corte com router?

Pode ser aplicado em variados materiais

O corte router pode ser empregado nos materiais em que o corte laser não se ajusta, como o PVC Expandido e o PS, além de outros, como o MDF, acrílicos, alumínio composto (ACM) e espuma XPS.

Possibilita cortes com rebaixo

No corte com router pode-se fazer cortes com rebaixo, diferentemente do corte laser. Com o router, há como definir a espessura que pretende rebaixar ou remover da superfície.

Faz cortes de alta velocidade

Dependendo do tipo de material e do desenho, é possível cortar diversas chapas por hora com o router. Esta velocidade é uma grande vantagem, pois, reduzindo-se o tempo nos processos, também serão reduzidos os custos da produção.

É prático e direto

O corte router é considerado simples porque depende apenas de um desenho para acontecer. Também é realizado de forma direta, e o contato com o material a ser talhado não é necessário: é só ajustar o arquivo e deixar que a máquina faça o trabalho restante.

Tem grande precisão no serviço

Como todo sistema é controlado por meio de softwares especiais, essa configuração possibilita mais precisão e incrível exatidão no serviço. É algo que um operador humano não poderia concluir com seus talentos e habilidades, ou dificilmente faria, ainda que estivesse escoltado por bons auxiliares.

Para contratar o serviço de corte com router você pode solicitar um orçamento com empresas especializadas que trabalhem com equipamentos CNC. Entre em contato com nossa empresa e garanta o diferencial na qualidade de seus trabalhos!

By | 2017-04-17T05:24:14+00:00 abril 17th, 2017|Categories: Comunicação Visual|Tags: , , |0 Comments

About the Author:

Leave A Comment