Existem diversos tipos de comunicação visual voltados a atrair e reter clientes para a sua loja. É possível, ainda, usar técnicas de marketing comportamental para atingir aqueles que deixaram sua loja sem realizar compras.

No entanto, é necessário que as vendas aconteçam logo que os consumidores entrem na loja: uma boa estratégia de comunicação visual pode fazer com que eles tenham o seu negócio em mente e que retornem sempre quando precisarem de produtos que você oferece.

Ainda não se convenceu? Conheça 6 tipos de comunicação visual e saiba como elas podem fazer com que você atraia, retenha e finalize mais vendas em seu empreendimento!

1. Exponha os produtos à altura dos olhos

Estudos têm demonstrado que os clientes compram mais os produtos que estão ao nível dos olhos e são fáceis de encontrar. Isto ocorre por dois fatores:

  • as pessoas tendem a perceber melhor os objetos expostos à altura dos olhos do que aqueles arranjados na parte inferior ou superior de uma prateleira;
  • ter que se abaixar para pegar produtos muito baixos ou ficar na ponta dos pés para atingir os mais altos pode ser constrangedor e/ou doloroso, dependendo das condições físicas de seus clientes.

Seguindo a mesma lógica, se você deseja expor produtos para crianças (assim como doces, brinquedos etc.), é uma boa ideia colocá-los em prateleiras mais baixas para que elas possam alcançá-los facilmente.

A disposição dos produtos não só influencia compras de maior valor agregado como também ajuda a aumentar a quantidade de produtos vendidos — devido ao famoso “poder de insistência”, tão bem exercido pelos pequenos.

Blog baixe ebook2

2. Estimule visualmente seus clientes

Pesquisas científicas têm demonstrado que a simples visualização de comidas deliciosas pode estimular reações bioquímicas no organismo humano que geram a vontade de comer.

Uma loja do ramo alimentício, por exemplo, deve investir em belas apresentações no interior da loja. O ideal, neste caso, é que seja mostrado ao consumidor o alimento real de uma forma visualmente atraente. Isso estimula muito mais as compras por impulso do que expor fotos dos alimentos, como algumas lanchonetes ainda fazem.

É claro que os estímulos visuais são úteis para outros tipos de produtos, não somente os alimentícios. Imagens atraentes também podem ser usadas para estimular compras aspiracionais e para superar objeções com relação à segurança ou usabilidade dos produtos.

Por exemplo, uma loja que comercializa aparelhos de alta tecnologia poderia usar imagens visualmente atraentes de pessoas bem-sucedidas usando seus produtos para criar aspiração.

De modo semelhante, ao vender gadgets de utilidade doméstica, poderia gerar apelo através de imagens de simpáticas senhoras de maior idade utilizando o produto, para levar a mensagem de que “é tão fácil de usar que até sua vovó gostou”.

3. Aproveite os tipos de comunicação visual no layout da sua loja

Ao projetar seu layout, construa de tal forma que os clientes queiram passar por todos os corredores antes de chegar ao caixa. Para alcançar este objetivo, você deve conjugar os tipos de comunicação visual mais apropriados em uma estrutura coerente. Isso ajuda de duas maneiras:

  • os clientes poderão escolher produtos que tinham se esquecido de comprar ou não tinham encontrado nas vitrines;
  • ajuda a loja a mostrar seus banners promocionais para todos os consumidores.

Todos os tipos de comunicação visual provocam impactos positivos sobre o comportamento de compra dos consumidores. Para que esse impulso seja permanente, mantenha a abordagem principal sempre focalizada em torno do desenvolvimento de um tema relevante.

tipos de comunicação

4. Adesive vitrines

A vitrine é o grande chamariz do negócio e deve ser organizada e chamativa, a fim de convidar o consumidor a conhecer melhor a loja e os produtos oferecidos. Uma boa ideia para compor um bom display é investir em adesivos para vitrines, que potencializam a comunicação entre as partes e podem ser utilizados para:

  • sinalizar promoções, bônus e descontos;
  • promover um produto específico (especialmente aqueles que já estão no estoque há mais tempo do que o esperado);
  • chamar atenção para lançamentos.

adesivo na vitrine auxilia na decoração do espaço físico como um todo e pode ser especialmente importante para potencializar lucros em datas comemorativas.

Os estímulos visuais fazem com que a imagem se fixe mais permanentemente na cabeça dos consumidores, evitando ainda que se tenha que colocar um vendedor junto à vitrine para atrair pessoas — o que várias vezes acaba chateando-as mais do que qualquer outra coisa e mantendo-as longe da loja.

5. Coloque placas de sinalização nos setores

A disposição das mercadorias também é outro fator importante que influencia na decisão de compra do consumidor. A iluminação deve clarear todo o empreendimento, porém, mais que isso, iluminar certos grupos de produtos que tenham mais saída ou que estejam em promoção, evidenciando-os.

Da mesma forma, é importante que você coloque placas de sinalização em todos os setores da loja (o que inclui também banheiros, caixas, atendimento ao consumidor, etc.), permitindo que o cliente movimente-se facilmente por ela toda e identifique rapidamente aquilo que está procurando.

Mesmo que sua loja seja especializada, você deve agrupar os artigos de acordo com sua finalidade, tipo ou público ao qual se destina. Nunca deixe os produtos expostos desorganizados: não manter uma ordem implica na perda de valor para os itens disponíveis.

Uma boa experiência é o que fideliza o cliente e faz com que retorne mesmo se não encontrar o que procura na primeira oportunidade. Lembre-se de sempre proporcionar comodidade e dispor os seus artigos de maneira funcional e criativa, promovendo uma sensação de bem-estar a quem frequenta seu empreendimento.

6. Tenha uma boa fachada para atrair a atenção e despertar credibilidade

Você já passou pela rua e deu de cara com uma loja com a fachada descuidada e sem letreiro? Não dá vontade de passar direto por ela sem olhar a vitrine nem conhecer o que ela tem a oferecer?

É o mesmo para todos os consumidores: uma fachada caprichada atrai mais clientes à medida que identifica a empresa no mercado, gera maior identificação com a marca, cria uma comunicação visual mais atrativa e, consequentemente, atrai um maior número de clientes (especialmente o público-alvo que se pretende atingir).

Esteja atento às cores utilizadas! Fachadas em tons de vermelho e amarelo são indicadas para atrair e gerar compras por impulso, enquanto aquelas em tom de azul criam ambientes com sensação de calma e segurança.

Agora que você já conheceu diversos tipos de comunicação visual e sabe como aplicá-las para alavancar vendas em seu negócio, que tal entender de vez qual a importância dos letreiros para fachada na atração de clientes? Nos vemos no próximo post!

Solicite Orcamento